Vamos Celebrar a Abundância

por | 17 jun 2016 | Sustentabilidade

VAMOS CELEBRAR A ABUNDÂNCIA

Desde as civilizações mais antigas, os povos celebravam a passagem das estações – Solstícios e Equinócios – com uma grande comemoração.

Danças, canções e alimentos eram compartilhados e oferecidos aos deuses como forma de agradecer pelas colheitas fartas e abundantes de cada estação. Também neste momento queimava-se tudo aquilo que já não servia mais e usavam-se as cinzas para adubar o novo.

Eram os ritos de passagem da roda do ano na natureza.

Nossa civilização moderna abandonou essa prática causando a sua desconexão com os ciclos naturais e uma excessiva identificação com as vibrações de escassez, pois a Natureza, em essência, é abundante e todo seu desprovimento tem como causa o ser humano.

Basta observar os pés de frutas da estação carregados. São laranjas de várias espécies, bergamotas, abacates, em uma diversidade de cores, aromas e sabores nos lembrando que a fartura é o estado natural dos seres.

Por isso hoje, eu faço um convite muito especial:

Vamos celebrar nossas bênçãos e conquistas neste solstício de inverno – 21 de junho – em comunhão com a natureza e a memória desde povos que durante milhares de anos adotaram essa prática.

Façamos o teste.

Tenho certeza que essa sintonia abrirá os canais de conexão ancestral com a abundância, dos quais há tanto tempo nos afastamos.

Leve-nos para sua cidade. Entre em contato

contato@conscienciadegaia.com.br / (54) 9-9177-5548


Sobre a Autora

Sobre a Autora

Estefânia Michaelsen

Apaixonada pela Natureza e seus ensinamentos, em seus braços encontra inspiração para conduzir as mulheres em seus processos de cura durante as vivências e imersões. Astróloga, Moon Mother® e Psicoterapeuta, está sempre buscando novos saberes que possam lhe ajudar a se reconectar com seu EU Sagrado, inspirando outras mulheres a, igualmente, encontrarem seu caminho. Facilita grupos de mulheres desde 2013. É idealizadora da Caderneta da Lua e da Formação de Guardiãs de Círculo Feminino – Mulheres da Lua. Mãe da Natalia, da Laura e do Francisco.